Skip to content

Hoje – Ana Ney

by em 18/06/2014

poeta

 

 

Quero trazer-lhe hoje rosas brancas
Como o pedido que já fez um dia
Pois conversando com essas flores francas
Percebo que cumpriu a profecia
Como previu foi mesmo num domingo
Que havia outras flores no peito
E vela e cal e terra e pá e pingo
Só que a segunda foi de outro jeito
Podemos ter segundas coloridas
Com prosa e poesia, ser festeira.
Até vamos levando nossas vidas
Mas, nunca mais segundas são inteiras…
Seguindo a previsão deste momento
Sua alma está sorrindo numa estrela
Então levo o olhar ao firmamento
Sabendo que já sou capaz de vê-la
E lá está riscando amarelinha
Agradecendo a Deus por ser poeta
E a vida que escreveu nas entrelinhas
Mas só na eternidade se COMPLETA!
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: