Skip to content

Pedro Pescador – Paulo Roberto & Hervê

by em 21/07/2013
Pedro parecia um porto pela sua espera, por seu peito aberto que nem dia.
Pedro parecia, maresia morta, mudo como porta, coitado.
Pedro pescador, os seus cabelos que são tão brancos, já não são como a noite que vem.
Pedro, ansiedade de partir, pegar sua vela pra navegar também.
Pedro, tem saudades da maré, sob a areia clara de pé e uma santa na mão.
Pedro, não sorri não pois tem o seu mar no coração.
Pedro ancorado chora quase sem perceber.
Pedro parado pregado na praia vê:
– uma nuvem no pôr do sol e o seu filho no mar azul ajoelhado pra rezar…
Pedro pescador junto ao cruzeiro do Sul.

2º lugar no festival do automóvel clube fluminense em Campos dos Goytacazes faz mais de 30 anos.

 

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: