Skip to content

Poeminha às estrelas – Nathália Lira

by em 08/03/2013

céu

Queria olhar as estrelas.
Conseguir lê-las, desvendá-las;
No escuro da noite escutá-las,
os seus mais íntimos sussurros,
seus anseios e medos.

Queria poder contar nos dedos,
os dias, as horas,
Os minutos que gasto (que pretensão!) para tê-las
Gravadas por seu brilho em meu legado.

Ah! Se eu pudesse delas jamais me afastaria,
confidentes amadas!
Mas eis que surge o dia,
E com seus raios desbota
Meu tão precioso segredo.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: