Skip to content

Saudade e chuva – Carla Guedes

by em 20/01/2013

A vida tem seu tema favorito:
Saudade.
Coisa sentida na ponta da alma:
Pontada estalada no peito da gente.

Há uns que sentem falta de casa
Daquele feijão pretinho e daquele teto,
Que mesmo caindo sobre as cabeças, de vez em quando,
Ainda é onde se abriga o aconchego e o afeto.

Há também a saudade da terra
De onde a gente foi colhido, gerado, parido.
E que mesmo levado pra longe, meio a contragosto,
Tem pé e raiz da gente fincado por lá.

Há saudade de coisas que não se sabe,
De objetos, dias, lugares,
Há saudade sem nome e sem par!

Há, por fim, a saudade delicada
De um belo par de olhos.
Não só dos olhos, mas tudo que acompanha:
Gesto, gosto, palavra e riso.

Essa, é a saudade que dói mais.

One Comment
  1. Carla Guedes permalink

    “Há dor que mata a pessoa
    Sem dó nem piedade.
    Porém não há dor que doa
    Como a dor de uma saudade.”
    (Patativa do Assaré)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: