Skip to content

Piegas, ma non troppo – Carla Guedes

by em 01/01/2013

Que venha o ano novo!
Tão novo, que soa piegas;
De tão velho e surrado
Como a progressão
De meus carcomidos
Sonhos retrasados…

Mas que venha o ano novo!
Numa ode à triscaidecafobia reversa…
Se até as doze badaladas
A palavra certa era: mudança;
Agora na muda e renovada 13ª hora
Já conjugo o neo-verbo esperança.

Que venha o novo ano!
Dos pequenos e grandes planos
Sem cortes, retoques, nem improviso
Numa vida que se prevê numericamente renovada.
Pois prosseguir autêntica, a errar e aprender consigo,
É melhor, ainda, que ficar parada.

From → Carla Guedes

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: