Skip to content
Tags

,

Mutante – Tempo e Reino

by em 19/07/2012

Como é bom sonhar!
Realidade doce, leve de profunda emoção.
Aqui não há melancolia.
Com os pés nesta terra dura e fria
Em meio a loucura insanidade, aqui sou “são”.

Deste quadro por que me envergonhar?

No subjuntivo manifesta-se o desejo, no subjetivo sua origem está.
Na contramão das leis que aqui imperam.
Neste Reino de Homens, com interesses egoísticos que proliferam
As conjecturas, as utopias tem seus prepostos a trabalhar.

Que mal há pensar, refletir outro Reino almejar?

Pois, que passemos ao indicativo, e que seja o presente.
Uma vez que desejo, tantas coisas vejo.
Sonho!

Os céus continuo a fitar.
De braços estendidos te convido.
Que esta nossa cruz possamos carregar.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: