Skip to content

Sabor esquecido – Renato T. de Miguel

by em 16/04/2012

“Você deve crer quando eu digo que estou combatendo os mortos”… Assim dizia a música pendurada aos ouvidos daquele garoto. Disseram que ele meditou sobre a verdade daquelas palavras. Disseram que o sol aquecia o vidro pelo outro lado da janela.

Não, não era verdade. Essa era uma batalha terminada já há muito tempo, disse o garoto a eles. Não mais combatia os mortos. A contenda foi, de fato, simples; muito mais do que imaginara a princípio, afirmara. Nem cicatrizes dela disse ter levado, de modo que talvez nem lembrasse porque esteve lá, ou se realmente esteve. Tudo isso o garoto contou.

Sentimentos mortos… qual a diferença entre esse perecimento e aquele físico que assombra realmente as nossas vidas desde os primórdios? Perguntou aos que o miravam, retribuindo os olhares um a um. Para alguns, a diferença acabava se tornando precipuamente prática, porque o efeito é similar, disse. Para ele? Não dispendia mais tempo meditando sobre isso, respondeu. Imaginava que caminhava num mundo de vivos, de modo que os mortos, ainda que feitos de sentimentos, não ocupavam mais espaço em seu estômago do que uma pequena aflição imotivada do tipo que geralmente chega aos domingos.

Contou que um dia lhe disseram que viver era melhor que sofrer. Não conseguia afirmar se isso estava ou não correto, pois não mais se recordava do acerbo gosto dos dias ruins. Acordava e só enxergava vida; ia caminhando na esteira dos vivos, sentindo o renovado sabor que um dia lhe negaram e que, sinceramente – ele asseverou aos que o olhavam –, agradecia que o tivessem feito.

E continuaria agradecendo até que parasse de viver, conforme disseram.

2 Comentários
  1. Uau, parabéns pelo texto!

  2. Obrigado! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: