Skip to content

Afinal – Filipe Piastrelli

by em 19/03/2012

De repente, percebeu o pensamento perdido na lembrança do sorriso dela. Sorriu e o rosto corou. Nunca tivera aquela impressão. E tudo lhe transbordou a mente: sorrisos, gestos, falas, silêncios; sufocando-o e tornando a respiração ofegante. Uma aflição indefinida fez o coração palpitar e, por fim, nos poucos segundos em que tudo se passou, tudo se misturou.

Naquele momento tinha a resposta de uma pergunta desnecessária. Tinha o vazio preenchendo o espaço de tudo que permitiu ir embora. Por que fora tão tolo? Não saberia dizer. Naquela noite agradável, que se fazia sem graça pela falta dela, só havia um lugar por onde seus pensamentos caminhavam: a boas lembranças dos dois. E isso lhe doía o peito de forma aguda.

Da cadeira contemplava uma foto sobre a estante. Uma expressão sem graça definia seu rosto.  Levantou-se e em poucos passos rodeou a casa para confirmar o que não causava dúvida. Cada cômodo perfeitamente organizado pela limpeza da diarista 2 dias atrás. Ninguém para desorganizá-los, dar-lhes vida.

Pela terceira vez, buscou a memória do celular atrás de mensagens ou ligações que sabidamente não estavam lá. Ainda sobre a mesa, uma aliança. Apenas. Nenhuma palavra, mesmo que escrita tomada pela cólera. Suplicava em seu remorso uma explosão de raiva, choro, gritos, qualquer coisa. Mas nenhum sentimento fora deixado no apartamento. A indiferença ocupou todas as lacunas.

A noite avançou lentamente. Tinha, afinal, o que sempre ofereceu.

One Comment
  1. Filipe, muito bom! Adorei o final, criativo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: